BANCO DO BRASIL INVESTE em projeto da Cadeia Produtiva da Castanha

BANCO DO BRASIL INVESTE em projeto da Cadeia Produtiva da Castanha

Até dezembro de 2016, a Central de Formação de Plantadores (CFP), em São João da Baliza, receberá 30 mil reais da Fundação Banco do Brasil para implementação do projeto Cadeia Produtiva da Castanha do Brasil – Aquisição de Máquinas, Equipamentos e Veículo.

Esse projeto foi apresentado pela Novo Encanto em 2015 e será desenvolvido em 2016 por meio de um convênio de cooperação financeira firmado com a Fundação Banco do Brasil.

Os recursos financeiros adquiridos com esse convênio possibilitarão a melhoria e manutenção de uma área onde se encontram as castanheiras e a CFP. Serão adquiridos equipamento de informática e implementos agrícolas como arado e roçadeira, além de uma motocicleta para otimizar as rondas de vigilância florestal.

Aloysio Menezes, coordenador da CFP, explica que os equipamentos adquiridos serão de grande valia para o trabalho: “Com a roçadeira, por exemplo, será possível fazer aceiros nas cercas, evitando que o fogo de queimadas feitas por vizinhos em pastagens, principalmente na época do verão, chegue até as cercas e entre na floresta”. Entre outras benesses, Aloysio também destaca a facilidade que o arado trará para o desenvolvimento da agricultura de subsistência destinada à alimentação das pessoas que trabalham e moram no local.

A aprovação do projeto representa mais um passo em direção à futura agroindústria de pequeno porte de processamento da Castanha do Brasil, como é conhecida, no exterior, a Castanha do Pará.

Desde novembro de 2010, a Novo Encanto, a CFP e a União do Vegetal vêm apoiando extrativistas e produtores agroflorestais que moram na área pertencente à CFP. Nesse local da floresta, foi construída uma infraestrutura simples para atender pessoas que trabalham com manutenção, rondas e os que participam de capacitações oferecidas.

O trabalho é realizado tendo como princípio a sustentabilidade na coleta das castanhas, atividade econômica sem impactos ambientais.

Entenda o que é a CFP

A Central de Formação de Plantadores (CFP) é uma área de plantio com centro de capacitação em São João da Baliza, a 350 km de Boa Vista, Roraima.

Criada em 2010, tem o propósito de disseminar conhecimento para o trabalho com espécies florestais. Também tem o objetivo de manejar áreas florestais, reabilitar áreas que anteriormente eram ocupadas por florestas, bem como implementar sistemas ligados à agroecologia para inserir novos estilos de agricultura e estratégias para o desenvolvimento rural e do processo extrativista.

Texto: Redação Novo Encanto

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

No Comments

Post A Comment

30 + = 33

css.php