Novo Encanto no Xingu

Novo Encanto no Xingu

 

 

Neste 09 de agosto, dia Internacional dos Povos Indígenas, relembramos um trabalho de interação e fortalecimento da cultura Juruna promovido pela equipe 13ª Região da Novo Encanto em outubro de 2016.

 

Agora com a apresentação do vídeo traduzido para o inglês.

 

 

Associação desenvolve trabalho com jovens indígenas para valorização da cultura do povo Juruna

 

Quem segue as pegadas da equipe da 13ª Região da Novo Encanto na aldeia Aribaru, no interior do Parque Indígena do Xingu (MT), chega a um trabalho de fortalecimento da identidade cultural de jovens indígenas da etnia Yudjá (mais conhecidos como Jurunas), iniciado em outubro de 2016, em parceria com o americano John Stokes.

John Stokes é reconhecido mundialmente por seu trabalho com as “artes da vida”, o rastreamento de pegadas de animais e as “lições da Natureza”, conhecimentos que vem adquirindo com culturas tradicionais (incluindo os aborígenes da Austrália) e que compartilha ao redor do planeta por meio de práticas educativas com o The Tracking Project (Projeto Pegadas, em inglês).

The Tracking Project, que é patrocinado pela Aurora Foundation (instituição parceira da Novo Encanto nos EUA), ensina a ciência dos antigos rastreadores, com a qual as pessoas podem aprender a ler sinais na Natureza, bem como começar a rastrear também, em si próprias, as consequências das pegadas que deixam no planeta. O trabalho estimula uma religação com a natureza e valoriza a manutenção dos conhecimentos indígenas para as gerações futuras.

Nos três dias do encontro no Xingu, Stokes e os jovens realizaram trocas de experiências e conhecimentos, com música, contação de histórias indígenas que incentivam a pacificação entre os povos, dança, arco e flecha, acendimento manual de fogo e conversas a respeito de estratégias de saúde comunitária.

“Um clima de amizade e respeito proporcionou vivências interculturais enriquecedoras”, conta o médico e sócio da Novo Encanto Duarte Guerra, responsável nacional pelo trabalho realizado no Xingu. Da parte de John, segundo Duarte, a experiência também foi enriquecedora: “John Stokes esteve com o cacique Raoni, pessoa reconhecida internacionalmente pela luta em defesa à Natureza e se comprometeu a voltar à aldeia em 2017 para continuar o trabalho com os Yudjá”.

A ligação da Novo Encanto com os Jurunas começou em 2011, a partir de expedições ao Xingu feitas por iniciativa de voluntários do Departamento Médico Científico (DEMEC) do Centro Espírita Beneficente União do Vegetal (UDV). Desde o início desses cinco anos de trabalho, a Novo Encanto fez consultorias, em conjunto com o Departamento de Plantio e Meio Ambiente (DPMA) do Centro. A partir de 2016, também vem apoiando o trabalho em áreas como saneamento (construindo fossas ecológicas, auxiliando no manejo dos resíduos) e segurança alimentar (plantando frutas na região), entre outras ações ambientais.

Teodoro Irigaray, presidente da Novo Encanto, explica que a Aldeia Aribaru pediu apoio para ser um exemplo de sustentabilidade no Xingu: “Essa ação está em consonância com os princípios da Novo Encanto de respeito aos direitos humanos e interesses das populações tradicionais, e também com o objetivo estatutário da OSCIP [Organização da Sociedade Civil de Interesse Público], de auxiliar no resgate e preservação dos valores culturais e conhecimentos tradicionais das comunidades em que atuar”, conclui.

 

Texto: Redação Novo Encanto (Colaborou: Denise Farias)

Foto: Denise Farias

 

 

No Comments

Post A Comment