PLANTAS ALIMENTÍCIAS NÃO CONVENCIONAIS É TEMA DE CURSO COM VALDELY KINUPP

image1

PLANTAS ALIMENTÍCIAS NÃO CONVENCIONAIS É TEMA DE CURSO COM VALDELY KINUPP

Foto: Pedro Mandai.

Ação foi realizada pela Novo Encanto, em Brasília. Participantes aprenderam características e receitas culinárias com produtos típicos da flora brasileira.

As Plantas Alimentícias Não Convencionas (PANC) foi tema de curso e palestra com o botânico e professor Valdely Kinupp, em Brasília. Autor de livro que reúne 351 espécies de plantas com funções alimentícias não conhecidas pela maioria das pessoas, Kinupp é referência no estudo e valorização da inserção dessas plantas na alimentação.

“Se cerca de 10% da flora mundial é potencialmente alimentícia, ou seja, algo em torno de trinta mil espécies de plantas, por que nos restringimos cotidianamente a uma dieta tão monótona e limitada?”, questiona o botânico. “A diversificação de nossa base alimentar pode proporcionar segurança alimentar e enriquecimento nutricional, além do prazer de experimentar uma diversidade maior de sabores e das possibilidades econômicas de exploração da panacéia que a natureza nos oferece”, afirmou.

Valdeci Kinupp, botânico e especialista em PANC. Foto: Aguinar Santos.

Valdeci Kinupp, botânico e especialista em PANC. Foto: Aguinar Santos.

Kinupp informou ainda que seu objetivo não é substituir completamente nossa dieta habitual por plantas até hoje desconhecidas, mas enriquecê-la, chamando nossa atenção para a riqueza que nos circunda a todos os momentos e que ás vezes não é possível reconhecer por falta de conhecimento.“Muitas dessas plantas e de seus subprodutos foram bastante conhecidos por nossos avós, como é o caso do polvilho de araruta, mas caíram em desuso, em parte, por conta da uniformização agroindustrial”, apontou.

Além das vantagens alimentares de se conhecer e consumir as PANC, o botânico chamou a atenção dos presentes para a integração do homem com a natureza. “Somos seres vivos, integrantes dos ecossistemas naturais e, entretanto, parece que andamos vivendo distanciados dos demais seres vivos, em nossos habitats urbanos assépticos e empacotados. Cultivar e conhecer as plantas que consumimos é um passo interessante no sentido do reencontro com a natureza e é uma atividade envolvente quando nos deparamos com a riqueza de espécies, cores, texturas e sabores apresentados pelo prof. Kinupp”, apontou Marcio César Barbato, participante do curso.

Reconhecimento de Plantas Alimentícias Não Convencionais. Foto: Aguinar Santos.

Reconhecimento de Plantas Alimentícias Não Convencionais. Foto: Aguinar Santos.

O evento foi realizado pela Novo Encanto Ecologia com apoio da Bioon Ecomercado, dia 21/8 no auditório da Embrapa Cenargen e 22/8 na Casa do Cerrado. A ação contou com palestras, troca de sementes, visita à horta do Ministério da Agricultura e horta urbana do Projeto Reação, e lanches com sucos e geléias feitos com PANC.

“Aprendi que é possível fazer um delicioso doce com a medula do mamão; suflê e patê com as folhas da bertalha-coração; suco verde de ora-pro-nóbis; pesto e sopa com as folhas de amoreira; farofa com flor de moringa; polvilho e tapioca com a araruta; purê de cará-do-ar; geléia de dália e muito mais”, informou Larissa Hoffmann, bióloga e agricultora familiar, que aproveitou a oportunidade para conhecer o preparo de alguns desses alimentos.

Alimentos feitos com PANC. Foto: Aguinar Silva.

Alimentos feitos com PANC. Foto: Aguinar Silva.

Marcio César Barbato também nos relatou as diversas variedades de plantas apresentadas no curso. “Cabe a nós cultivá-las, divulgá-las e cozinhá-las. O prof. Kinupp vem fazendo um belo trabalho, prospectando, investigando e promovendo as PANC por todo o país, contribuindo assim para um mundo de gente saudável, saciada e contente”, apontou.

Livro – “Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANC) no Brasil”
Valdely Kinnup e Harri Lorenzi são autores do livro lançado em 2014 pelo Instituto Plantarum, que apresenta 351 espécies de plantas alimentícias, com fotos, descrições para identificação, aspectos nutricionais, usos e receitas culinárias, disponível para venda no site da editora.

Com informações dos participantes Larissa Hoffmann, Marcio César Barbato de Oliveira e Pedro Mandai. 

 

No Comments

Post A Comment