A IMPORTÂNCIA DOS RIOS VOADORES NA TERRA

A IMPORTÂNCIA DOS RIOS VOADORES NA TERRA

No Dia da Terra, a Novo Encanto destaca a importância da Floresta Amazônica para a região centro sul da América do Sul

 

Neste trimestre de trabalho, que vem sendo pautado pelo tema “Água” (o “A” do sistema de Diretrizes ABC, base do trabalho de adequação ambiental de nossa Organização), a Novo Encanto celebra este 22/04, Dia da Terra, destacando a importância dos “Rios Voadores”.

O termo Rios Voadores foi popularizado pelo pesquisador José Marengo, do CPTEC (Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos) para definir “cursos de água atmosféricos’’ capazes de gerar chuvas.

Os Rios Voadores são formados por massas de ar provenientes do Oceano Atlântico que, ao se encontrarem com a umidade gerada pela Floresta Amazônica, transportam, em correntes de ar, muitas vezes com nuvens, grandes quantidades de vapor de água em direção ao Centro-Oeste, Sudeste e Sul do Brasil.

Comprovadamente, mais da metade da água das chuvas nessas regiões vem da Amazônia. Em nosso país, os Rios Voadores são responsáveis por “banharem” os Estados de Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná e Rio Grande do Sul, os quais, sem ele, seriam desérticos. É um grande “irrigador” da atmosfera, afirma Antonio Donato Nobre, pesquisador do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais).

Em um vídeo realizado pela FAPESP (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo), o pesquisador afirma que os Rios Voadores, ao “abastecerem” a região centro sul da América do Sul (um “quadrilátero” composto por: Cuiabá ao norte, Buenos Aires ao Sul, São Paulo ao leste e a Cordillheira dos Andes a Oeste), auxiliam na produção de 70% do PIB da América Latina, uma vez que oferecem as condições favoráveis ao desenvolvimento da agricultura, dos centros urbanos e de hidrelétricas.

A Novo Encanto reconhece que é de principal responsabilidade dos brasileiros a preservação dessa “usina ambiental”, provedora de benefícios primordiais ao ser humano e ao planeta.

Por isso, em sintonia com a floresta, auxilia na preservação “desse berço” dos rios voadores, a Floresta Amazônica, mantendo, em seu patrimônio, áreas de preservação ambiental como o Seringal Novo Encanto, na região de Lábrea (AM).

Por Julia Morena

Redação Novo Encanto

Curta e Siga a Fanpage da Novo Encanto para saber de outros projetos realizados: https://www.facebook.com/NovoEncantoEcologia/

 

 

No Comments

Post A Comment