AGROFLORESTA NO PARQUE NACIONAL XINGU

AGROFLORESTA NO PARQUE NACIONAL XINGU

Novo Encanto auxilia a implementar técnicas agroflorestais junto aos indígenas do Xingu

 

A Novo Encanto destaca, neste 19 de abril, Dia do Índio, o Projeto Agrofloresta, desenvolvido na Aldeia Aribaru, no Parque Nacional do Xingu (MT), pela Monitoria da 13ª Região em parceria com o MAIS (Movimentos de Agroflorestores de Inclusão Sintrópica).

João Gilberto Milanez, engenheiro florestal do MAIS que, durante 10 meses, trabalhou no Xingu integrando a cultura do povo da etnia Yudjá com técnicas de Agrofloresta Sintrópica, explica a facilidade que foi  transformar as roças da aldeia em “florestas de alimentos”: “Os sistemas agroflorestais chegam até eles de forma simples de entender, pois são baseados nos princípios da natureza e eles, como vivem na floresta e da floresta, conhecem os mecanismos de funcionamento do ambiente em que estão inseridos”.

Para refletirmos com respeito a esse dia e a esses povos, que tanto nos ensinam, o professor da escola índigena, Kumaru Juruna deixa uma mensagem aos leitores do Blog da Novo Encanto: “Quero dizer aos brancos ou não indígenas para plantar árvores igual a gente e para que protejam a floresta. É ruim fazer desmatamento. Quero que os brancos plantem mais sementes, preservem a mata igual os indígenas para proteger do sol”.

 

Texto: Denise Farias

No Comments

Post A Comment