OITAVA CAPACITAÇÃO DE PLANTADORES E ZELADORES ACONTECE DE 9 A 11 DE NOVEMBRO EM RORAIMA

OITAVA CAPACITAÇÃO DE PLANTADORES E ZELADORES ACONTECE DE 9 A 11 DE NOVEMBRO EM RORAIMA

O CURSO REALIZADO POR INSTITUIÇÃO PARCEIRA DA NOVO ENCANTO É EXEMPLO DE COMO A SEMENTE DO CONHECIMENTO É PLANTADA NAS NOVAS GERAÇÕES. 

É tempo de falar de Cultura, na terceira fase do Se Liga no ABC!, projeto que visa a conhecer e valorizar ações ecológicas realizadas pela Novo Encanto. Esse é um dos objetivos da 8ª Capacitação da Central de Formação de Plantadores e Zeladores (CFPZ), que acontece de 9 a 11 de novembro, em São João da Baliza, a 327 km de Boa Vista (RR). Por meio de cooperação técnica, a Novo Encanto também desenvolve projetos que geram emprego e renda para os extrativistas e produtores da CFPZ, e contribui com a preservação do meio ambiente.

Promovido pelo Departamento de Plantio e Meio Ambiente (DPMA) do Centro Espírita Beneficente União do Vegetal (CEBUDV), parceiro da Novo Encanto, no curso as novas gerações aprendem a plantar com os mais experientes e podem estar mais próximos da natureza.

Segundo Aloysio Pinto Menezes, responsável pelos trabalhos desenvolvidos na CFPZ, o objetivo do curso é capacitar integrantes do DPMA de núcleos do CEBUDV de diversas regiões do Brasil para conhecer em ambiente nativo e trabalhar com o Mariri (Banisteriopsis caapi) e a Chacrona (Psychotria viridis), vegetais utilizados em rituais religiosos no âmbito do CEBUDV, e outras plantas consideradas sagradas para a instituição.

Também, faz parte da programação plantar uma agrofloresta, andar pela floresta Amazônica e conhecer árvores como a Samaúma, o Mulateiro e a Imburana de cheiro, promovendo o contato das pessoas que moram na cidade grande com a natureza. O curso ainda é uma boa oportunidade de fazer novas amizades.

“A capacitação dá a oportunidade para a pessoa conhecer a floresta e saber andar nela. No segundo dia da capacitação, nós vamos para a floresta e vamos passar o dia todo dentro da mata, até o almoço é na floresta, andando nas trilhas. Conhecendo, assim, um pouco da vegetação, das plantas sagradas.’’, explica Aloysio.

Conhecimento de geração a geração

Presente desde os primeiros trabalhos do plantio da CFPZ, há mais de 17 anos, Paulina Nascimento, sócia do núcleo Boa Vista do CEBUDV, em Roraima, acredita que os jovens precisam participar das experiências que a capacitação oferece.

“Eu gosto de ter esse contato com a natureza, é muito bonito e importante. Eu converso com os jovens e digo a eles que eles que tem que continuar, nós já estamos velhos e eles estão tendo a oportunidade de estar com nós. Então, aproveitem e pratiquem o que a gente está ensinando.’’, convida Paulina, de 86 anos.

É com esse querer que João Rafael Tedeschi, de 22 anos, está se preparando para participar do curso pela primeira vez. O objetivo dele ao ir para a capacitação é continuar auxiliando na equipe do DPMA do seu núcleo São João Batista do CEBUDV, de Mairiporã (SP), no qual é sócio.

“Mais na frente, quando tiver mais gente nos núcleos precisando de nós, vem ter mais pessoas capacitadas para fazer o manejo do plantio corretamente e colher as plantas do jeito certo.’’, diz João Rafael.

Parceria entre Novo Encanto e CEBUDV

De acordo com Cristiane Conceição, coordenadora da Novo Encanto da 16ª Região, a Novo Encanto tem dado um apoio importante, angariando recursos financeiros da Fundação Banco do Brasil (FBB). Em 2016, um projeto desenvolvido pela Novo Encanto investiu R$30.000,00 na estruturação de uma cadeia produtiva de castanha do Brasil na local e, em 2017, e outro projeto de R$70.000,00 possibilitou a implantação de um Sistema Agroflorestal, beneficiando extrativistas e produtores atendidos pela CFPZ.

Colaboradora de todo o curso da CFPZ, Cristiane participou pela primeira vez da capacitação em 2013 e diz que a cada ano sempre há algo para aprender e se encantar.

“A capacitação me auxiliou a aprofundar minha relação com a natureza e perceber que posso ser uma pessoa melhor. Além de entender como é a dinâmica de cuidados com os núcleos. A parte de zeladoria é uma experiência enriquecedora.’’, conta Cristiane.

Para a 8ª Capacitação da CFPZ são ofertadas 80 vagas e o custo por participante é de R$800,00, podendo ser pago no boleto bancário ou pelo cartão de crédito em 4 parcelas. No valor está incluso o traslado de Boa Vista até São João da Baliza, no dia 8 de dezembro. Não haverá entrega de certificados. As inscrições podem ser feitas pelos telefones (95) 99158-9830 (Rômulo) e (95) 99905-5570 (Aloysio). Outras informações pelo e-mail centraldeplantadores@gmail.com.

 

Texto: Gabriela G. G. Marcondes, Assessora Regional de Comunicação da Novo Encanto na 16ª Região.

Fotos: Arquivo da Central de Formação de Plantadores e Zeladores.

 

No Comments

Post A Comment