Coleta seletiva e conscientização ambiental em Campina Grande

Coleta seletiva e conscientização ambiental em Campina Grande

No Brasil, a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), lei nº 12.305/10, completou sete anos de implementação em 2017. A lei coloca uma nova maneira de pensar a produção, a coleta seletiva e a destinação final dos resíduos sólidos, ainda chamados, popularmente, de “lixo”.

O núcleo da Novo Encanto em Campina Grande (PB), iniciou a coleta seletiva de resíduos em outubro de 2017.

A PNRS dispõe princípios, objetivos, responsabilidades para produção e descarte de resíduos. Entre outras metas, a PNRS visa extinguir os lixões, investir na coleta seletiva e na logística reversa (retorno de embalagens para as empresas que produzem bens de consumo), criando uma maior consciência ambiental e modificando hábitos nos brasileiros.

Seguindo as orientações da PNRS, a qual estabelece que, tanto pessoas como instituições têm parte, direta ou indiretamente, na geração e no gerenciamento dos resíduos sólidos no Brasil, a monitoria propôs a realização de adesivos para lixeiras, para separação de resíduos orgânicos dos recicláveis. De acordo com Pedro Camino, monitor da NE no núcleo, este é um primeiro passo para fazer o descarte adequado dos resíduos sólidos.

“Fizemos um trabalho educativo onde explicamos a diferença entre os resíduos e a importância dessa separação. Os orgânicos estão sendo destinados à alimentação de animais e, os recicláveis, sendo encaminhados a um ponto de coleta seletiva na Universidade Federal de Campina Grande.”, explica o monitor da NE.

O monitor conta que foi observada uma mudança significativa no comportamento, dos mais jovens, aos adultos do núcleo. “Algumas pessoas têm procurado a monitoria da NE para tirar dúvidas, como realizar a separação adequada e quais resíduos podem ou não ser reciclados”, conta Pedro.

“Ainda é um longo caminho para se percorrer até que todos os resíduos gerados pelo núcleo tenham a melhor destinação possível. Mas as repercussões geradas com essa ação apontam para resultados promissores”, comemora o monitor da NE.

Palestra

Como parte do trabalho de conscientização ambiental no núcleo Campina Grande, também em outubro de 2017, a monitoria da NE convidou o Assessor Regional (AR) de Comunicação da NE na 10ª Região, Leandro Pellizzoni, para falar das diretrizes ambientais da Novo Encanto e à respeito de projetos desenvolvidos pelas monitorias em todo o país e no exterior.

“Atualmente, a Novo Encanto tem ações em todos os estados brasileiros e também no exterior. Por isso, é importante que a comunidade saiba o que está sendo realizado para que se sintam parte de um processo amplo e contínuo de preservação e respeito à Natureza.”, destacou o AR.

 

 

No Comments

Post A Comment

− 1 = 7

css.php