Novo Encanto presente na 11ª Capacitação da Central de Formação de Plantadores

Novo Encanto presente na 11ª Capacitação da Central de Formação de Plantadores

A Central de Formação de Plantadores e Zeladores localizada no município de São João da Baliza no estado de Roraima, compõe uma importante área de preservação ambiental que vem desenvolvendo ao longo dos seus 11 anos de fundação, um trabalho de formação de plantadores e zeladores de importantes espécies vegetais presentes na Floresta Amazônica promovendo a aproximação dos sócios da União do Vegetal com a floresta, berço da desta sociedade religiosa, bem como a integração socioeconômica com a comunidade da vicinal 27 ao qual está inserida.

Entre os dias 10 a 14 de novembro aconteceu a 11ª Capacitação de Plantadores e contou com as presenças do Presidente da Associação Novo Encanto de Desenvolvimento Ecológico, Thiago Beraldo, bem como José Roberto Barbosa membro do Conselho Consultivo da Associação e diretor responsável pelo Seringal Novo Encanto.

A Central está inserida como ação prioritária da Associação Novo Encanto dentro das áreas de preservação ambiental, compatibilizando o crescimento socioeconômico, preservando os recursos naturais e garantindo o bem estar humano. A Associação Novo encanto é um importante aliado na realização de projetos que vem somando para manutenção e sustentabilidade das instalações e atividades da Central de Formação de Plantadores.

A capacitação neste ano de 2021 marca a retomada das atividades na Central após o difícil ano de 2020. Um momento especial para os participantes e toda equipe de apoio.

Dentro de um clima de harmonia e descontração, e também de muita emoção, os participantes estiveram nestes dias reunidos realizando as diversas atividades propostas.

Nesta edição os participantes tiveram a oportunidade de aprender a reconhecer o Mariri e a Chacrona na floresta e outras plantas de grande importância para a cultura hoasqueira, como o João Brandinho (Piper aleyreanum), a Samaúma (Ceiba pentandra) e Carapanaúba (Aspidosperma nitidum), entre outras, além das atividades de plantio (demarcação e abertura de covas, correção do solo, construção de composteira), vivências na floresta como a trilha dos 9 vegetal e preparação de chás caseiros. Participaram também de uma noite cultural animada e alegre com todos os participantes, equipe de apoio e a comunidade da vicinal.

Com um sentimento de profunda gratidão os responsáveis pela Central de Plantadores saudaram os participantes desta edição provenientes da 1ª, 3ª, 4ª, 5ª, 7ª, 8ª, 9ª, 13ª e 16ª regiões, mais a Sede Geral da UDV. A presença de todos permitiu a troca de experiências, o fortalecimento da fábrica de fazer amigos e a continuidade do maior objetivo da Central que é preparar os sócios da União do Vegetal para reconhecerem as plantas sagradas e lidarem com elas, além de aprenderem técnicas de agrofloresta e receber orientação de como entrar e sair de uma floresta em segurança.

Em nome do Diretor Aloysio Menezes, dos instrutores desta edição, Carlito Bernardino, Cezar Zoldan, Anito Sartori, dos do MC da 16ª Região Maximino José Real e MAC Antônio Chaves Quincó, Diretor Regional da Diretoria Geral Eliseu de Mendonça Ramos e toda equipe de apoio, Lembrando um grande amigo, poeta e plantador SOMOS GRATÍSSIMOS!

Erika Madelaine
Equipe de Apoio da Central

Acordo de Cooperação

Por ter sido criada na Floresta Amazônica e ter na base de seu ritual o uso do Chá Hoasca, preparado a partir de duas plantas nativas da região (Mariri e Chacrona), a União do Vegetal nasceu com a vocação de respeito, zelo e preservação do meio ambiente.

A partir dessa realidade, sócios da União do Vegetal fundaram, em 1990, uma organização não governamental para implementar suas ações ambientais: a Associação Novo Encanto de Desenvolvimento Ecológico que, em 2010, transformou-se em Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), apta a realizar projetos de preservação e desenvolvimento sustentável.

COMPROMISSO COM A NATUREZA

Em 2011, a Novo Encanto formalizou um termo de cooperação técnica com a Centro Espírita Beneficente União do Vegetal que prevê a soma de esforços em objetivos comuns. Entre eles,  preservação e plantio do Mariri e Chacrona; capacitação de plantadores dessas plantas; educação ambiental; desenvolvimento de técnicas de permacultura, agrofloresta, agricultura orgânica e bioconstrução; e preservação de nascentes. A elaboração de projetos de manejo florestal e recuperação de áreas degradadas fazem parte do acordo.

1Comment
  • Thiago Beraldo
    Posted at 18:11h, 26 novembro Responder

    Foi uma alegria conhecer a Centra de Plantadores e uma satisfação a Novo Encanto poder apoiar essa iniciativa tão importante para a UDV. Lá pude encontrar uma floresta bem cuidada, boa infraestrutura, instrutores capacitados e pessoas bem atenciosas. É um desses lugares encantados que todo caianinho precisa um dia conhecer. Um lugar que onde se pode conhecer mais dos mistérios da natureza, dos 9 Vegetal, do plantio de Mariri e Chacrona e da nossa cultura que veio da floresta.

Post A Comment

5 + = 8

css.php