Novo Encanto, 31 anos, convida: vamos pra floresta.

Novo Encanto, 31 anos, convida: vamos pra floresta.

Associação Novo Encanto de Desenvolvimento Ecológico chega aos 31 anos e faz um convite ao re-encantamento com a Natureza

Mais do que um slogan cunhado para marcar seus 31 anos de fundação, “Vamos pra floresta!” a frase traduz o pensamento da Novo Encanto para o triênio 2021 – 2024: trabalhar para uma mudança de comportamento e, sobretudo, de consciência, na relação do ser humano com a Natureza.

A Associação Novo Encanto foi fundada em 30 de janeiro de 1990 e surgiu diante da necessidade e urgência de preservação da floresta Amazônica nativa, fortemente ameaça já naquela época.

“Vamos para a floresta é se conectar com a Natureza. É plantar. Tomar banho de cachoeira, fazer trilha, participar de expedições. É sentir e viver a Natureza, para, através dessas experiências, sensibilizar as pessoas para a necessidade de preservar e mais, do que isso, de transformar o entendimento que temos do no nosso lugar diante do Sagrado”, explica o presidente do Conselho Diretor da Novo Encanto, Thiago Beraldo (foto).

A Carta de Princípios da Novo Encanto afirma: “Para nós, a Natureza serve e atende ao homem porque lhe é Superior. O caminho da plena realização de nossas potencialidades começa por reconhecer a Natureza como ela é: sagrada”.

O presidente da Novo Encanto, em nome de toda a diretoria, faz uma homenagem às pessoas que trabalharam pela criação da organização.

“Nesses 31 anos, vejo que é importante lembramos das pessoas que fizeram a Novo Encanto acontecer: Luiz Maciel da Costa, Luiz Gonzaga Alves, Nancy Mangabeira, Jeffrey Bronfman, Raimundo Monteiro de Souza — nosso presidente de honra –, Edison Saraiva Neves e de todos que, de alguma forma contribuíram e contribuem para a causa da Novo Encanto”.

A história da Fundação

Nesse 28 de janeiro, para celebrar seu aniversário, a Novo Encanto promoveu uma conversa ao vivo (live) com o pesquisador Patrick Walsh, doutor em Sociologia pela Universidade de Brasília, que contou com detalhes a história da associação.

A Associação Novo Encanto de Desenvolvimento Ecológico é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público fundada por sócios do Centro Espírita Beneficente União do Vegetal, entidade com a qual mantém acordo de cooperação.

Em seus rituais, a União do Vegetal faz uso, para efeito de concentração mental, de um chá feito com duas plantas, nativas da Amazônia: o Mariri e a Chacrona, consideradas sagradas, por seus adeptos.

No fim dos anos 80, Luiz Maciel da Costa e Luiz Gonzaga Alves, junto a outros integrantes do Centro Espírita, costumavam coletar esses vegetais de uma área de mata nativa. Um dia, porém, ao retornarem ao local encontraram a floresta totalmente devastada.

Foi um grande impacto para eles, explicou o pesquisador Patrick Walash. E a partir daquele acontecimento, eles decidiram procurar uma área de floresta nativa que pudesse ser adquirida e preservada.

Assim, depois de muito trabalho e busca de possíveis financiadores para o projeto, foi comprado o Seringal Novo Encanto, no município de Lábrea (AM), com recursos de uma sociedade norte-americana administrada por Jeffrey Bronfman.

Assim surgiu a Associação Novo Encanto de Desenvolvimento Ecológico, originalmente criada para a preservação do Seringal Novo Encanto, e que depois se expandiu com ações de preservação, conservação e educação ambiental em todo o Brasil e em alguns outros países.

O primeiro presidente foi Raimundo Monteiro de Souza (foto), tendo dois vice presidentes: Luiz Maciel da Costa e Luiz Gonzaga Alves. Nancy Mangabeira foi primeira secretaria e Flávio Gordon o segundo secretário. Nancy Mangabeira também teve uma participação importante ao redigir a carta de princípios da Novo Encanto, balizadora das ações da associação até os dias atuais.

A transmissão ao vivo contou com a participação do presidente do Conselho Diretor, Thiago Beraldo, do cantor e compositor Marcos Lessa, e do Mestre Geral Representante do Centro Espírita Beneficente União do Vegetal, José Carlos Garcia.

Ao fim da transmissão o presidente Thiago Beraldo agradeceu aos fundadores da associação, às pessoas que estão cuidando do Seringal Novo Encanto e a todas as pessoas que trabalham em prol da Novo Encanto e da conservação do meio ambiente. “Vamos para natureza, vamos para a floresta, vamos ter saúde”.

Por Leandro Pellizzoni e Gabriel Gomes, com colaboração de João Vitor Hohenfeld

Foto de abertura: Augusto Pessoa

1Comment
  • Caio Frederico
    Posted at 17:06h, 18 fevereiro Responder

    Estou feliz com esse novo momento, faço votos de sucesso a todos nós que trabalhamos por essa causa de tamanha nobreza.
    Vamos para floresta, sim!

Post A Comment

15 − = 14

css.php