Plantio fértil de Agrofloresta em Santana do Paraíso

Em Santana do Paraíso, Vale do Aço, em Minas Gerais, são germinadas sementes de fé e esperança em terra fértil. Numa região abundante em água e natureza, a Associação Novo Encanto de Desenvolvimento Ecológico (NE) e o Departamento de Meio Ambiente (DPMA) se unem durante a realização de atividades na Unidade Demonstrativa (UD) de Sistemas Agroflorestais da 12º Região, para ampliação do sistema com plantio de espécies nativas amazônicas e outras.

Esse foi o segundo encontro na Unidade Demonstrativa de Santana do Paraíso, que no período de 13 a 15 de março contou a presença de mais de 89 pessoas. O principal objetivo da UD é a formação dos integrantes da 12º Região para a implantação e o manejo de SAF’s. Nesse evento, a  Novo Encanto, través da coordenação regional e das monitorias se uniram ao trabalho, reforçando as ações de cuidado e de preservação dos plantios.

Em cada uma das regiões onde a Novo Encanto está presente foi criada criada uma Unidade Demonstrativa (UD). Cada UD tem por objetivo ser um ponto de referência  para a divulgação e a formação de pessoas das equipes de plantio regionais na implantação de SAF’s. ”Eu senti nesse trabalho o surgimento de uma Universidade prática de Sistemas Agroflorestais”, diz Andréa Froes, Coordenadora da Novo Encanto na 12ª Região.

Na atividade, foram convidados técnicos e especialistas de diversas regiões do Brasil para serem os orientadores da implantação do SAF. O encontro de membros do Departamento de Meio Ambiente  (DPMA) possibilitou a todos conhecerem o trabalho realizado na UD. Além disso, foi feita a manutenção do SAF implantado no primeiro encontro e a ampliação do sistema para uma nova área.

A atividade também permitiu aos participantes aprofundarem o conhecimento a respeito do plantio de Chacrona. O consultor técnico, Márcio Armando, explicou a respeito dos três princípios do Sistema Agroflorestal: a diversidade, a densidade e a funcionalidade das espécies no sistema. Com a teoria aliada à prática, os participantes puderam ver os preceitos praticamente, com a mão na terra.

”Me sinto nutrida e com disposição para continuar aprendendo e praticando tantos ensinos com ciência!”

Em agosto ocorrerá um terceiro encontro para a manutenção da UD. A Novo Encanto já está convidada para participar e realizar atividades.

”Vem se formando uma escola de plantadores de amor, de zeladores da terra, cativadores e cultivadores de flores e alimentos para o corpo e o espírito.”, Andréa Fróes, Coordenadora da Novo Encanto da 12º Região.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.