Novo Encanto recebe doação de madeira apreendida em operação realizada pela Polícia Federal

Cerca de 515 m3 de madeira extraída de forma ilegal e apreendida na Operação Ninametsa, realizada pela Polícia Federal, ganharam um novo destino através da Associação Novo Encanto de Desenvolvimento Ecológico. A destinação da doação, que seguiu todos os trâmites legais, foi realizar obras em prol da preservação e conservação do meio ambiente, e em defesa da vida. O material foi utilizado em obras de construção e melhorias no Seringal Novo Encanto, além de atender às demandas existentes nas monitorias da Associação no Acre e em Rondônia. Todo o trabalho foi desenvolvido por voluntários da Novo Encanto.

Em Maio de 2020, a Novo Encanto solicitou à Secretaria de Estado e Desenvolvimento Ambiental de Rondônia – SEDAM/RO, pedido de doação de produtos madeireiros resultantes de ilícitos ambientais praticados por empresas no distrito de Extrema, município de Porto Velho – RO, as quais foram contabilizadas durante a Operação Ninametsa, deflagrada em 27/05/2020, por força de Decisão Judicial, proferida pela Justiça Federal.

A destinação ocorreu em junho de 2020 e a madeira vem sendo utilizada para apoiar o funcionamento das unidades da Novo Encanto no Acre e Rondônia assim como no Seringal Novo Encanto. No Seringal Novo Encanto, o material apreendido contribuiu para erguer o “Espaço de Vivência Socioambiental Luiz Maciel da Costa”, ampliar o dormitório, para o revestimento interno das casas de seringueiros e para a construção, reforma e ampliação das casas dos zeladores. Para além da área de floresta amazônica nativa do seringal, a madeira apreendida também tem contribuído para atender às demandas das de suas monitorias nos estados do Acre e Rondônia e na construção de viveiros de plantas para reflorestamento de espécies nativas e comerciais.

Foram apreendidas as seguintes quantidades de madeira em tora e serrada conforme tabelas a seguir:

TABELA 1

TABELA 2

Uma parte da madeira foi destinada às unidades da Novo Encanto conforme necessidade e solicitação das monitorias locais e em conformidade com os presidentes dos núcleos da União do Vegetal onde essas unidades estão localizadas. Outra parte foi destinada ao Seringal Novo Encanto e uma terceira parte foi utilizada como permuta para viabilizar a retirada e o transporte da madeira do local da operação policial. As atividades nos núcleos e monitorias da Novo Encanto e a construção da casa comunitária aconteceram de forma voluntária, em regime de mutirão e por escalas de trabalhos, sendo que os custos com profissionais especializados foram custeados pelos sócios e voluntários da Novo Encanto, conjuntamente com as monitorias dos núcleos de apoio como forma de conta-partida. Esse foi um trabalho que promoveu a prática da fraternidade, oportunidade de unir diversas pessoas no mesmo propósito de fazer o bem em prol de uma comunidade mais consciente, mais fraterna e mais humana.

A tabela a seguir, apresenta os núcleos de apoio, com as quantidades estimadas da destinação da madeira. Todos os presidentes e monitores encaminharam relatórios à Diretoria Executiva. O Diretor de Gestão do Seringal Novo Encanto encaminhou prestação de contas para o Conselho Diretor da Novo Encanto apresentando todo o trabalho prestado, destinação, ofícios e termos de destinação sumária

TABELA 3

Associação Novo Encanto de Desenvolvimento Ecológico, Novo Encanto, é uma entidade sem fins econômicos e lucrativos, qualificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público – OSCIP, fundada em 30 de Janeiro de 1990, com sede e foro em Brasília (DF) e atuação em todo território nacional. O Seringal Novo Encanto está localizado em uma área de floresta amazônica nativa, na região do médio Rio Purus, porção sul da bacia no estado do Amazonas, no município de Lábrea (AM), um ponto crítico de expansão da fronteira agrícola. Trata-se de um santuário de floresta nativa com 3 mil hectares de floresta que vem sendo preservada desde a década de 90 pela Novo Encanto através de seus sócios, colaboradores, doadores e voluntários.

Nas fotos abaixo, alguns exemplos da utilização da madeira doada

 

Comments 1

  1. Trabalho árduo, mas bem gratificante em ver tantos benefícios chegando a todas as monitorias do núcleos da 7ª Região Acre e alguns Núcleos da 1ª Região Rondônia.
    Gratidão ao Mestre pela oportunidade.
    Gratidão a Direx e toda a equipe de apoio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.