Seringal Novo Encanto sedia o 10º Seminário “A voz e a cena: Vozes na Floresta”

Thais Carvalho Educação, Seringal Novo Encanto, Uncategorized 2 Comments

Entre os dias 17 e 19 de novembro de 2022 o Seringal Novo Encanto acolheu o evento da Rede Voz e Cena, que reúne dezenas de pesquisadores e profissionais da voz de diversos lugares do país. O evento foi organizado pelo Grupo de Pesquisa em Tecnologias Educacionais Inovadoras para a Amazônia (TEIA-UFAC) e pelo Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da Universidade Federal do Acre (PPGAC-UFAC) em conjunto com a Rede Voz e Cena.

Voltada ao compartilhamento de práticas e conceitos sobre aspectos pedagógicos, estéticos e poéticos da voz, no contexto das artes cênicas, a proposta foi consolidar um espaço interdisciplinar propício ao debate e ao intercâmbio artístico entre os profissionais, artistas e pesquisadores que têm a voz como campo de estudo.

Pela primeira vez na Região Norte do país, o evento teve como tema as vozes na floresta, congregando os saberes dos povos tradicionais do Acre e dos pesquisadores que vieram para a floresta para experimentar novas perspectivas sobre a prática e o ensino da voz.

A Expedição contou com uma programação repleta de oficinas, apresentações artísticas, rodas de conversa e cantorias, além de vivências na floresta, com caminhada pelos varadouros e banho de rio. 

O evento acadêmico realizado em plena floresta possibilitou um novo modo de produção e compartilhamento do conhecimento científico: “Um arrepio toma conta do meu corpo todas as vezes em que me ponho a cantar depois do nosso encontro na Novo Encanto. A possibilidade de (re)descobrir uma forma mais entrelaçada, delicada, suja de lama e banhada de suor de habitar o espaço de fora e o de dentro causou – e ainda está causando – mudanças profundas em meu ser. Ao mesmo tempo em que reconhecia em alguns rostos, mãos e abraços dali gente tão minha, do terreiro da casa de vó, me vi com meus sentidos e sentimentos deslocados para um lugar esquecido e por isso mesmo aparentemente desconhecido. Tanta sutileza, tanta cor, tanta alegria contida no simples e desafiador ato de estar mergulhada no sagrado da natureza e de mim mesma”, conta a pesquisadora Juliana Alves Mota Drummond, da Universidade Federal de São João Del-Rei, em Minas Gerais.

O Seringal Novo Encanto segue no propósito de reconectar as pessoas com a floresta, (re)apresentando as belezas naturais da região amazônica, trazendo o sentimento de harmonia e boas energias que reverberam no viver de cada um que tem o merecimento de lá estar.  

Neste sentido, o Diretor de Gestão do Seringal Novo Encanto, senhor José Roberto da Silva Barbosa, juntamente com sua esposa, Maria das Dôres da Silva Correia, conjuntamente com sua equipe de trabalho, proporcionaram momentos de pura magia e encantos com a boa recepção, firmeza no transporte via terrestre, que foi uma aventura sem igual, boa hospedagem e uma excelente alimentação. Além do conhecimento tradicional dos povos amazônicos na vivência com senhor Sebastião Guimarães, nativo da região.

Considerando que os professores são também formadores de opinião, certamente levarão, dessas vivências na floresta, os sons da natureza e a forma como a Novo Encanto vê a ecologia e cuida deste seringal, que são verdadeiros exemplos de amor à natureza.

 

Texto: Hanna Araújo e Leonel Carneiro.

Fotos: José Roberto da Silva Barbosa.

 

Confira a galeria de fotos 10º Seminário “A voz e a cena: Vozes na Floresta”

Comments 2

  1. Nós temos o imenso prazer em receber a todos que com boa intenção vem a floresta amozonica desfrutar desta vida simples e natural, se reconectar novamente com seu elo perdido o amor a natureza que nos nutre e permite que possamos viver neste mundo.
    Gratidão aos professores Hanna e Leonel, por esta brilhante ideia de reunir esses pessoas finas educadas e espiritualizadas do mundo da arte cênicas, sejam todos sempre bem vindos ao nosso santuário Seringal Novo Encanto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.