Pronunciamento da Novo Encanto no Conselho Nacional do Meio Ambiente — Conama

Pronunciamento da Novo Encanto no Conselho Nacional do Meio Ambiente — Conama

Carlos Teodoro J. Hugueney Irigaray  (1)
Carcius Azevedo dos Santos (2)

A Associação Novo Encanto de Desenvolvimento Ecológico, organização criada no âmbito do Centro Espírita Beneficente União do Vegetal-UDV e a este ligada, tomou posse no dia 17 de setembro de 2019, integrando o Conselho Nacional do Meio Ambiente-CONAMA, em solenidade presidida pelo Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles.

Foram indicados pela associação como membro Titular Carlos Teodoro Irigaray e membro suplente Carcius Azevedo dos Santos.

Nesta solenidade a Novo Encanto esteve representada pelo seu Diretor Executivo, (Suplente), que fez na oportunidade o seguinte pronunciamento em nome da entidade:

Pronunciamento

Empossado como suplente da Associação Novo Encanto de Desenvolvimento Ecológico e, em razão do titular encontrar-se participando do Congresso Internacional de Sostenibilidad Ambiental y Territorial, que está sendo realizado no México, saudamos todos os presentes nas pessoas dos que aqui representam as entidades ambientalistas e aceitaram mais este nobre desafio de oferecerem sua contribuição na formulação de políticas públicas ambientais a nível federal.

Temos aqui valorosos profissionais que atuam voluntariamente movidos por ideal exercendo uma cidadania proativa, por reconhecerem que a concretização do Direito a um ambiente sadio e equilibrado incumbe não apenas ao Poder Público, mas também à sociedade civil.

Assim, em nome dos ambientalistas aqui presentes, saudamos também todos os servidores e representantes de instituições públicas e privadas presentes, desejando que no decorrer deste mandato possamos unir esforços em prol do nosso país, para oferecermos nossa contribuição na concretização de um desenvolvimento com sustentabilidade.

Aproveitamos, também nesta oportunidade, para apresentar nossa entidade a Associação Novo Encanto, ou simplesmente Novo Encanto, como é conhecida. Trata-se de uma organização socioambiental, fundada em 1990, tendo como missão promover o desenvolvimento sustentável, mediante a valorização da vida, a conservação da biodiversidade, a proteção do patrimônio cultural e a promoção da paz e justiça social.

Nossa organização nasceu a partir de uma proposta visando a conservação de uma área de floresta nativa “Seringal Novo Encanto” localizada em Lábrea-AM, município inserido no Arco do Desmatamento, considerado um dos mais críticos da Amazônia, com alto índice de desmatamentos ilegais e queimadas.

Hoje contribuímos com a preservação de uma área de 3 mil hectares de floresta nativa, onde realizamos atividade de conservação e educação ambiental.

Contudo nossa atuação não está restrita a Amazônia. Ao longo desses quase trinta anos, a Novo Encanto cresceu e conta com núcleos de voluntários que vão desde práticos até professores doutores e pesquisadores renomados na área ambiental, presentes em todos os estados do Brasil e também nos Estados Unidos e alguns países da Europa e Oceania.

Temos, distribuídos em 11países, um total de 1300 sócios que contribuem com mensalidades e nos permitem manter uma pequena, porém organizada, estrutura administrativa sediada em Brasília.

Além das ações voluntárias, sobretudo em educação ambiental, desenvolvemos trabalhos sociais, pesquisas e iniciativas de conservação, com projetos financiados pelo poder público e pela iniciativa privada, tendo nos sistemas agroflorestais a principal especialização de nossa organização.

Nosso foco desde sempre está no entendimento de que necessitamos desenvolver ações de conservação em todos os biomas brasileiros. Além do Seringal em Lábrea, a Novo Encanto conserva áreas de Mata Atlântica (no sul da Bahia e leste do Paraná) e no cerrado, em Tocantins.

Participamos também ativamente de iniciativas voltadas para a proteção do Pantanal Matogrossense, integrando o Observatório do Pantanal. Aproveito oportunidade para informar que, tão grave quanto as queimadas que ocorrem na Amazônia são as que assolam extensas áreas do Pantanal , entre outros graves problemas ambientais desse bioma que é verdadeiro santuário ecológico e precisa de nossa atenção.

Ou seja, atuamos não apenas em prol da conservação de áreas de florestas, mas também dos recursos hídricos, de forma que aja sustentabilidade que entendemos só poderá existir se houver paz e justiça social.

Cabe destacar que a Novo Encanto tem sua atuação alicerçada numa Carta de Princípios, onde reconhecemos que o trabalho ecológico tem seu centro no redimensionamento da relação Homem/Natureza.

Vale dizer, nossa entidade se posiciona no sentido de preservar e realçar a natureza por meio de um desenvolvimento sustentado, conscientes de que  para termos êxito neste esforço em prol da conservação é necessário nos aproximarmos da natureza como uma realidade espiritual a ser respeitada e reconheçamos nosso lugar dentro dela.

Nesse trabalho em prol da vida e do meio ambiente é necessário reconhecermos também os povos e comunidades tradicionais como agentes da conservação florestal, e valorizar igualmente a produção rural, em especial daqueles que conciliam a atividade agropecuária com a proteção do meio ambiente.

Assim, nos alinhamos a todos aqueles que, em diferentes lugares do planeta, trabalham nesse mesmo sentido, o de tecer novamente os fios que nos religam à natureza, aos nossos semelhantes e a nós mesmo.

Concluímos esclarecendo que a Associação Novo Encanto aceitou integrar este importante Conselho, com o propósito de contribuir para que leis e regras de preservação e conservação ambiental sejam mantidas e ou aperfeiçoadas. E, sobretudo, que o diálogo entre o poder público e a sociedade civil seja sempre construído e mantido na base do respeito e do reconhecimento do lugar de cada um na busca de uma efetiva valorização da vida.

Contem conosco.

(1) Carlos Teodoro J. Hugueney Irigaray é Mestre Assistente Geral da União do Vegetal e membro Titular do CONAMA, representando a Associação Novo Encanto.

(2) Carcius Azevedo dos Santos é Diretor Executivo da Associação Novo Encanto e membro Suplente do CONAMA, representando a Associação Novo Encanto.

Tags:
,
3 Comments
  • Antonio Manuel Corrêa Calvente de .Barahona
    Posted at 05:46h, 23 setembro Responder

    Meritório e auspicioso , o movimento de participação no CONAMA, locus de reflexão,debate e formulação de diretrizes para a construção de políticas públicas.A defesa permanente da sustentabilidade,em.todas as suas vertentes é a orientação da participação cívica de todos.Parabens a Associação Novo Encanto ,que traduz em velho sonho .

  • Cleber Almeida
    Posted at 10:31h, 23 setembro Responder

    Começamos bem! Parabéns pelo discurso, principalmente no nosso posicionamento de no sentido de preservação da natureza por meio de um desenvolvimento sustentado e conscientes de que temos que nos aproximar da natureza, como uma realidade espiritual a ser respeitada, encontrando nosso verdadeiro lugar dentro dela! Saudações da Monitoria da Novo Encanto em Campinas/SP (NPE).

  • Roberto Mattar
    Posted at 22:01h, 23 setembro Responder

    Discurso claro e transparente, refletindo a abrangente Carta de Princípios e tocando em pontos sensíveis na atualidade, tais como os indígenas e povos guardiões e o respeito ao diálogo com a sociedade na construção de políticas públicas. Denota a independência da Novo Encanto, que vem para somar neste Conselho e observar a coerência entre as deliberações do mesmo com as práticas do poder executivo.

Post A Comment

24 − 20 =

css.php